Ilustração do mês!

setembro 16, 2009

Vitor Sugimoto

 

A ilustração selecionada do mês de setembro é a de Vitor Sugimoto, de São Paulo.

ficha técnica da ilustração: acrílica, pastel e colagem sobre papel.


programas 2 e 3

setembro 4, 2009

A palavra Machinima designa ao mesmo tempo um novo gênero cinematográfico e uma técnica de produção de filmes. Paul Marino, um dos primeiros realizadores de Machinima, o define como um filme concebido em tempo real no interior de um ambiente de síntese.

Com os Machinimas, o videogame, objeto de consumo de massa, se transforma hoje em ferramenta de produção de sentido, em meio de expressão acessível para todos aqueles que dispõem de um console de jogos e de um computador.

O jogo GTA serve de quadro para uma meditação futurista com The Days After de André Pesch. Molotov Alva se apresenta como sendo o primeiro documentário rodado no jogo Second Life. Quanto a Bloodspell, concebido por Hugh Hancock de Strange Company, o seu conteúdo está aberto para a reapropriação dos internautas, já que ele é criado sob a licença Creative Commons. E para acompanhar a atualidade, World of Electors, de Alex Chan, transforma personagens de jogos em eleitores, entrevistados a respeito da campanha presidencial francesa.

Isabelle Arvers


Novo gênero cinematográfico

setembro 1, 2009

O Machinima é um novo gênero cinematográfico que resulta da gama cultura. Surgidos no fim dos anos 90, os Machinimas têm agora seus festivais e a criação de filmes a partir das ferramentas de jogos World of Warcraft, The Sims ou ainda Second Life é cada vez mais prolífico.

Concebido por Isabelle Arvers, coordenadora de exposição especializada na relação entre arte e jogos de videogame, este programa mistura filmes experimentais com Among Fables and Men, criado no WOW, ou filmes narrativos como Snow Witch de Michelle Pettit-Mee, que relata ume lenda japonesa.

O Machinima se torna igualmente um meio de expressão reconhecido pelo mundo da arte; I-Mirror, um vídeo da artista chinesa China Tracy rodado dentro do Second Life, foi de fato apresentado na última Bienal de Veneza. Num outro estilo, Watch the World(s), de Robbie Dingo, reinterpreta a criação de um quadro de Van Gogh servindo-se das ferramentas de criação de mundos virtuais de Second Life. Realizado com Xstorm, What I Love about Xmas de Phil Rice ou Wild Poker (Sims2) do alemão David Riedel, retomam a grande tradição dos filmes de curta metragem humorísticos que fizeram o sucesso das primeiras séries Machinimas.

Isabelle Arvers


Videogames viram meio de expressão

agosto 28, 2009

Objetos de consumo de massa por excelência, os videogames se transformam em meio de expressão. Desviando os videogames de sua finalidade primeira, artistas e ativistas ingressam no campo da arte, do documentário, da música e do cinema.

O console Game Boy foi transformado de maneira a poder conceber música de 8 bit, chamada ainda de chip tunes, já que pretende ser uma resposta low tech à música eletrônica. As ativistas Carbon Defense League idealizam o jogo « Super Kid Fighter », um manual de sobrevivência para crianças num mundo ilícito, a partir de um console pirateado. Quando os códigos fontes de videogames tais como Quake, Doom ou Unreal Tournament são disponibilizados na rede, abrem-se as portas para uma diversidade ainda maior de desvios.

É nesta época que um grupo nova-iorquino, vindo do teatro, cria o seu primeiro filme a partir do motor do jogo Quake. Eles se valem, no âmbito de desempenho livre, da possibilidade de rodar em tempo real graças ao motor do jogo, para animar seus personagens de maneira que se pareçam com marionetes. O Machinima nasceu. Os Machinimas, literalmente a contração das palavras « máquina » e « cinema », são filmes de curta metragem criados a partir de ferramentas de videogames. Mais recentemente, sites de jogos como o dos Sims2 ou The Movies de Peter Molyneux disponibilizam na rede ferramentas que permitem aos internautas idealizarem, eles mesmos, seus filmes de curta metragem, servindo-se dos universos e dos personagens de jogos.

Assistimos então a uma democratização do fenômeno de desvio crítico do videogame. É assim que um pequeno filme, realizado a partir do site The Movies, fez toda a volta do planeta no último mês de novembro. Concebido por Alex Chan, um desenhista parisiense de 27 anos, este filme denuncia os perigos do sistema político francês e se arvora na « voz » das periferias durante os tumultos. A tendência da imprensa estrangeira e da comunidade internacional dos jogadores mostra que o Machinima está prestes a tornar-se um meio de expressão política.

Concebido no seio da comunidade artística do site Rhizome.org em 2005, « This Spartan Life » é um novo talk show cuja particularidade é o fato de ser totalmente realizado dentro do videojogo on-line Halo 2. Chris Burke, conhecido como Damian Lacedaemion no talk show, decide transformar este shoot them up futurista ultraviolento em um espaço de reflexão sobre a cultura digital e sobre os videogames.

Dessa forma, Damian recebe seus convidados no ambiente virtual de Halo 2, depois de ter matado todos os monstros, a fim de criar um espaço fugaz de reflexão. Chris Burke observa que esta intrusão num espaço virtual, muito pouco amigável, inspira seus convidados. « Quando se entra num jogo, se pensa na vida, na morte, na comunicação entre os seres ». Chris Burke se diverte de poder, dessa forma, combinar teoria e diversão. Ele se pergunta até para quem, entre universitários ou jogadores, a compreensão de « This Spartan Life » será mais proveitosa…

Isabelle Arvers


Machinimas!

agosto 28, 2009
Male Restroom Etiquette (Etiqueta de Banheiro Masculino) - Phil Rice, Zarathustra Studios, Estados Unidos, 2006, 9min55s

Male Restroom Etiquette (Etiqueta de Banheiro Masculino) - Phil Rice, Zarathustra Studios, Estados Unidos, 2006, 9min55s

No mês de setembro, a Mostravídeo exibe a mostra de filmes Machinimas, que apresenta obras de curta e média duração feitas com imagens, ferramentas e recursos de jogos de videogame. Confira a programação!
A curadora da mostra é a francesa Isabelle Arvers, que é curadora de novas mídias e crítica especializada em vídeo, jogos de computador, animação para web e cinema digital.