Coleções e Inventários #3 – Arthur Omar

Na última sessão do mês de novembro, a Mostravídeo Itaú Cultural realiza a estréia do filme “Alquimia da Velocidade”, de Arthur Omar, em Belo Horizonte e Curitiba. Responsável por um conjunto de obras que se tornaram referência para a arte brasileira (o longa Triste Trópico, de 1974, e a série fotográfica Antropologia da Face Gloriosa, de 1994, são só alguns deles), Omar desconstrói com frequência em seu trabalho a perspectiva factual dos acontecimentos em prol de uma relação plástica e sensorial com as imagens. No seu último filme, o artista resgata imagens de uma viagem feita por ele ao Afeganistão em 2002, e propõem, a partir do registro de um violento jogo entre cavaleiros locais, uma meditação sobre o tempo, o movimento e a velocidade. A exibição acontece em parceria com o forumdoc.bh.2011, no contexto da mostra especial “O Animal e a Câmera”.

Alquimia da Velocidade
Arthur Omar, Brasil, 2010, 55′

Fotografado em 2002, no Afeganistão, em zona de guerra, o filme apresenta cenas do violento jogo do buskashi. Nesse jogo, dois grupos de cavaleiros combatem pela posse de uma carcaça de bode decepado. As imagens foram captadas com uma câmera amadora de baixa definição, e têm seu tempo dilatado até a imobilidade: nesses instantes, a luta fica suspensa no ar. Segundo o diretor, é um filme “low tech, dedicado à simbólica dos cavalos. Afinal, é sobre o qual vem montado o apocalipse”.

Em BH quarta 23 19h30
Em Curitiba quinta 17 19h30

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: