Espaços de Construção e Fruição #1

Na programação de Julho da Mostravídeo, filmes, vídeos e performances se amalgamam e provocam discussões acerca dos espaços do cinema. Os espaços de criação e o espaço da fruição cinematrogáfica se apresentam de forma diversa por meio desses trabalhos. Montagens ao vivo na sala de cinema realizadas pelos diretores ou pelos espectadores; filmagens no entorno da tela; extensões do espaço da sala e extensões do tempo de leitura e de significação por meio de loopings e repetições, são todas estratégias estéticas que parecem se relacionar a novas formas de narrar e de navegar pelas imagens em movimento.

Cinema ao Vivo

E se o filme a ser exibido hoje fosse editado e modificado ao vivo pelo seu diretor, estando este presente na sala de cinema? Na compressão e sobreposição dos lugares de criação e fruição da experiência cinematográfica surgem novos papéis ao diretor/autor, que assume a tarefa de criar uma oportunidade estética única para si e para o espectador a cada exibição, transformando sempre a sequência dos planos e a montagem do enredo.

Ressaca | Bruno Vianna, Brasil, 2008, duração com tempo indeterminado. Formato: Digital HD

O longa de ficção narra o cotidiano de um adolescente brasileiro em meio às crises econômicas da década de 80, época de grande transformação social, econômica e política no país. O filme é diferente a cada sessão. Uma interface desenvolvida especialmente para o projeto permite que o diretor manipule o filme ao vivo, durante as projeções.

Curitiba | quinta 01/07  às 19h30, no Paço da Liberdade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: